Imagem profissional – 5 erros que te custam a credibilidade

    A semana passada dei um workshop chamado  “Gere a tua imagem e o que ela diz de TI!”.  Já participo há 5 anos com a Palmier no Career Forum do ISEG onde dou aos alunos todas as dicas sobre roupa, postura  e um mix de outras técnicas e truques para que criem uma boa imagem profissional. Eles têm a sorte da faculdade deles estar interessada na imagem que eles projectam, mas muitos de nós não tivemos essa sorte… Por isso e porque as minhas clientes têm sempre algumas dúvidas sobre roupa para o trabalho, aqui seguem 5 erros na tua imagem que vão custar a tua credibilidade.

Não estou a dizer que de um dia para o outro ninguém vai acreditar em ti, mas ao longo do tempo estas podem ser razões para não progredires na tua carreira.

1. Tamanho errado!

     Seja o tamanho acima ou o tamanho abaixo: roupa que parece que não é tua nunca é favorecedor! Além de não ficar bonito, a roupa larga tem o rótulo muito vincado de “desmazelo” e a roupa justa de: “sem noção” corporal ou do que é apropriado.

Se te esforças nas tuas tarefas e tens brio profissional estes rótulos vão anular quase por completo todo o trabalho árduo que estiveste a fazer… Solução rápida? Vestidos. Se estás numa altura de alteração de peso, os vestidos são os teus melhores amigos: camuflam o volume que apareceu ou desapareceu. Apenas certifica-te que estão bem na zona dos ombros e peito até estabilizares o teu peso.

2. Maquilhagem a menos ou a mais.

    O local de trabalho não é uma festa por isso vamos ter calma com as experiências cosméticas: batom mais forte? Sem problema, mas vamos com calma e deixar os olhos apenas com máscara. Queres usar uma sombra na pálpebra? Também não há crise, mas vamos manter tudo dentro dos mesmo tons e numa palete de tons terra ou nude (isto é: castanhos, rosas, beges e dourados). Azul e verde podem? Poder podem mas com muito muito muuuuuuuuuito bom senso!

Maquilhagem a 0 também não é ideal. Ninguém precisa de tirar um curso e ser make-up artist, no entanto convém saberes disfarçar as olheiras de uma noite mal passada e conseguires ter um ar “acordado” sem beberes 30 cafés.

Não precisas de gastar muito dinheiro para resolveres o assunto: um pouco de BBcream (um creme com cor) no rosto depois de lavares os dentes de manhã vai ajudar-te a criar uma pele lisa e descansada; depois um bocadinho de blush nas maçãs do rosto e vai parecer que estás preparada para enfrentar o dia!; agora só um toque de máscara nas pestanas e até a ti te vais conseguir enganar! 😉 Prometes tentar?

3. Soutiens

   Aqui vou ser rápida: não é suposto lembrar as pessoas de que uso soutien. Seja a marcarem-te as costas, a fazerem-te o peito saltar, ou apertar de lado, tudo isto tem o mesmo diagnóstico: estás a usar o soutien errado e precisas tratar disso pela saúde das tuas costas e peito!

Solução rápida? Marca a tua sessão grátis de Bra Fitting com a querida da Madalena da Bra & Company! A Madalena é a fada madrinha das tuas maminhas! Vai e renega para sempre os soutiens de supermercado!

 

4. Roupa gasta, velha, com borbotos e/ou descolorada.

     Até podes achar que ninguém repara em ti e que por isso não faz mal. Mas faz!  Faz mal não só à imagem que os outros criam de ti (de alguém que não quer estar ali, que não se interessa pelo que faz e que só quer o dinheiro ao final do mês) como também à forma como te sentes e relacionas contigo.

   Solução rápida? Dá-te um mimo e deita fora toda a roupa que não te faz sentir BEM! Sim, “Bem” com letras maiúsculas e ponto de exclamação! Tudo o que te faça sentir “meh” não deve ter espaço no teu roupeiro nem na tua vida! Mais vale ficares com pouca mas boa roupa do que muita coisa má.

 

Foto de: Girl with Curves

5. Estilo demasiado casual

     Têm a mesma leitura que o ponto 1: calças de ganga e tshirt são um conjunto demasiado casual para toda a gente com mais 20 anos e alguma ambição. Um look destes no emprego é visto como desmazelo, falta de vontade e podem até questionar a tua responsabilidade.

Solução rápida? Balanço e mistura entre peças descontraídas e mais sofisticadas. Queres mesmo usar calças de ganga? Ok mas usa-as com uma blusa (alguma coisa que não seja só algodão!).  Acrescenta alguns acessórios metalizados e um casaco.

 

Gostemos ou não, as pessoas avaliam-se umas às outras e a imagem que de cada um dá dicas sobre a forma como nos devemos relacionar. A única coisa que tens de fazer é conhecer as regras que te podem estar a prejudicar e dar-lhes a volta estando preparada! 😉

Gostaste deste post? Há algum “erro” que queiras acrescentar? Como é que tu resolves alguns destes erros? Deixa o teu comentário, adorava saber a tua opinião!

 

 

* Neste post usei muitas fotos da Tanesha Awasthi, do blog a Girl with Curves. A Tanesha é mãe, trabalha que se farta, cuida da família, tem curvas e um estilo que te pode inspirar muito no dia-a-dia! Recomendo muito <3 

*Recomendo também o trabalho da Madalena da Bra&Company. Envia-lhes uma mensagem pelo facebook para marcares a tua sessão de Bra Fitting. O soutien correcto faz uma diferença enorme!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *